Eu Sou

A minha foto
Telemóveis - 911 977 487 mariaraqueltavares@gmail.com

Vénus / Marte



Falar de Vénus é falar do amor, é falar da Vida.
É falar da aprendizagem do amor, na Vida.

Sempre muito se diz sobre o amor.
Amor como algo desejado,
Plenitude, felicidade maior, infelicidade:
Amor como dor, drama a ser vivido…

“amor é chama que arde sem se ver,
É dor que dói e não se sente,
É contentamento descontente”…
Assim cantado por Camões, esse grande poeta.

No entanto, poucos sabem do amor.
Do amor como frequência mais “alta”,
Como vibração unitária do mundo,
A “Nota chave” do Universo.

Nota” esquecida “desafinada
Perdida na noite dos tempos…

Não se nasce a saber amar.
Todos encarnamos para actualizar
A sua aprendizagem.
É a nossa Humana condição.

Amar é a Via e o Caminho.
Amar é um alto nível de consciência atingido,
Através de um lento e doloroso
Processo de ascensão.

Na simbologia astrológica, a vibração de Vénus é igualmente a “chave”, a Via e o modo deste lento processo.

…..

Vénus é o "gérmen da Vida, da Forma e do Amor" (Alice Bailey)


Ao nível da necessidade da Alma Vénus-Marte, é a dialéctica da evolução do mundo.
A pulsão do desejo na procura do Amor, da não-existência para o sentimento de existir em plenitude, pela emoção-de-unidade recuperada.

Marte, possessivo, arrasta a amada para as suas próprias trevas, para a sua área de medo e de não Ser.

Vénus, não possessiva, traz o outro a quem ama para a unidade a dois, para a Luz, para a área do Ser.

Marte sai da noite para o dia. Vénus é o dia que este encontra, se encontra…

(Maria Flávia Monsaraz)




Digam lá se não é fascinante?!


Planetas e constelações são vistas pela Astrologia Humanista como símbolos.

Na Terra somos todos – humanos, plantas, animais, planetas - parte de um todo; fazemos parte de um mesmo Universo.

Assim, um planeta, mesmo longe, causa um determinado efeito. Esse efeito, subjectivo da vida, acontece no nosso dia a dia, embora aos nossos olhos e sentidos conscientes, passe ao lado.

O mais comum é usar-se a astrologia para prever situações, adivinhar o futuro – um oráculo. Procura-se um astrólogo para se saber o que decidir, o que fazer, o que esperar da vida.

A astrologia é muito mais do que isso, é muito mais vasta e perfeita. Ela é um “Mapa” de nós próprios e mostra o caminho que devemos seguir para a nossa evolução, enquanto seres.
Tudo nos é fornecido pelo Universo, nós é que não queremos ver, ou fazemos de conta que não vimos – é muito mais fácil – porque assim não nos responsabilizamos.

A importância da astrologia, ou melhor do conhecimento do “Mapa Astral”, é ser-nos dado a conhecer, a forma pela qual a nossa evolução pode ser feita, isto é como funcionamos e reagimos aos outros e ao meio em que nos inserimos.
A astrologia é um poderoso instrumento para o nosso auto-conhecimento, e consequentemente para nos responsabilizarmos pelos nossos actos, pensamentos, sentimentos. Ela indica o porquê de certas reacções, necessidades, potenciais, emoções, sempre com o objectivo de as vivenciarmos, aceitarmos e evoluirmos.

Quando faço e analiso um Mapa, a posição dos signos e dos planetas, nas casas, os aspectos que fazem entre si, representam simbolicamente como a pessoa, apreende subjectivamente a vida e, consequentemente, como se expressa e actua.

Dentro da Astrologia Humanista os planetas têm representação simbólica que é análoga aos arquétipos; são símbolos energéticos actuantes. Um Universo de significados.

Segundo Carl Jung, seriam os modelos típicos do Ser. Portanto, a Astrologia Humanista entende o ser humano como um ser que faz parte da natureza e que participa de troca energética através de um alinhamenro invisível (de energia), onde tudo afecta tudo - todos afectam todos.

Dentro desta perspectiva todos os elementos – signos, planetas, casas e aspectos – de um Mapa Astral, têm uma representação simbólica e uma multiplicidade de significados.


Mercúrio

O Sol é o Eu, Mercúrio é a mente. Um não funciona sem o outro.

Mercúrio é o elemento de ligação entre o sal e o enxofre, entre a alma e o espirito.
É a parte lógica e racional, a maneira como expressamos os pensamentos e como nos comunicamos. São as nossas caracteristicas mentais.

Representa a mentre espiritual, o intelecto como agente do espirito, no seu aspecto superior, já no aspecto inferior, representa a mente concreta, separatista, a razão que analisa e decompõe as diversas partes do todo.

Mercúrio vem de Merx, palavra latina que designa bens. Deus do comércio, da expressão mental e verbal, mestre das artes e da matemática, da cura e até dos ladrões, Mercúrio reina sobre uma gama enorme de actividades humanas.


Mercúrio é o Deus mensageiro. Ele leva recados pelo Mundo e fala pelos cotovelos. É o planeta da comunicação. Este planeta estimula a cabeça.
É ele que nos dá a capacidade de argumentação e comunicação; Representa a nossa capacidade de expressão, a inteligência, as trocas, a maneira que possuimos de nos informarmos e expressarmos. Indica de que maneira nos desligamos da ignorância e atingimos a compreensão. Mercúrioé sempre o entendimento.


Na Mitologia é o Deus da comunicação e da eloquência, mensageiro principal de Zeus com os mortais. A sua inteligência é o seu melhor veículo para compreender o mundo e a nós mesmos, mas também nos pode trapacear, pois tem limites. Ela pode unir e separar.


Mercúrio, corresponde aos primeiros contactos do Eu com o mundo exterior. É o inicio de uma actividade cerebral.
É a mente iluminada, expressando e sentetizando o propósito e a vontade solar com a imaginação e a sensibilidade lunar.

Mercúrio regula o ouvido, a capacidade para acolher e perceber comunicando o próprio pensamento; regula portanto, a troca de ideias.
Corresponde à adolescência com a sua irreverência e prontidão de reflexos mentais.

As funções fundamentais que este Planeta nos oferece são: análise racional, aprendizagem, atenção, curiosidade, raciocinio, conversação e comunicação (oral e escrita), locomoção física, destreza manual, mediação (interface), conhecimento e percepção sensorial.

Regente de Gémeos e de Virgem pode ter características: Intelectual, perceptivo, razoável, versátil (Gémeos); crítico, nervoso, tenso (Virgem)
O signo onde se encontra vai indicar-nos como se podem processar os mecanismos da palavra.


Quando Mercúrio está no elemento Fogo, indica que é um pensador intuitivo; no elemento Terra, a mente é prática e objectiva; no elemento Ar, já temos uma mente desapegada e fria; e por fim em Água, a mente é cautelosa e profunda.
A posição nas Casas mostra o tipo de coisas que ocupam e atraem a nossa mente.

Apontamento sobre...


A Astrologia é uma linguagem divina que interpreta os movimentos celestes assim como as respectivas energias associadas e a forma como elas se manifestam nas nossas vidas.


Mas a energia é neutra; nós podemos ou não estar harmonizados com ela.


A Astrologia aponta o caminho que cada um deve seguir, de forma a reproduzir na matéria a sua própria divindade, através de um processo de purificação e transmutação interior.


Tudo é dual, por isso observamos no Mapa Natal, tanto os aspectos tensos, como os resultantes das aprendizagens em vidas anteriores, e que hoje são as "mais valias".


Apesar de não vermos as causas nem as consequências do que nos acontece, adoramos classificar: "isto é bom" ou "isto é mau"; "isto está certo e aquilo está errado"...


À medida que a energia da Era de Aquário, vai baixando sobre nós, torna-se cada vez mais perigoso focar a percepção e o pensamento em qualquer coisa que seja densa, negativa ou contrária ao nosso propósito evolutivo.


O nosso pensamento, quandfo direccionado através da atenção e da concentração, tem poder. Tudo aquilo em que focamos a nossa atenção é amplificado por uma energia tipo "raio laser", isto não é mais que co-criação ou melhor dizendo isto é A LEI DA ATRACÇÃO.


Então ao invés de focalizar a vossa atenção nas toxinas que ingerem... foquem os vossos pensamentos na purificação de tudo aquilo com que se alimentam. Em vez de pensarem nos problemas (físicos, emocionais ou mentais), pensem na grande percentagem de divindade que há em vós.


Ninguém chega livre de um passado. Não começamos aqui, nem terminamos aqui, a nossa existência.

A vida é eterna!

Possuimos o potencial de usarmos a sabedoria interna, no sentido de desenvolvimento e crescimento pessoal, enquanto seres de Luz.


A Astrologia ajuda a conhecer o nosso potencial e representa uma das oportunidades mais fascinantes para que, entrem em contacto com o estado em que se encontra a própria consciência.