Eu Sou

A minha foto
Telemóveis - 911 977 487 mariaraqueltavares@gmail.com

Amor

"Lembre-se de que a semente nunca está em perigo. Encontra-se absolutamente protegida.
Porém a planta está sempre em perigo, a planta é muito delicada.
A semente é como uma pedra escondida sob uma crosta dura. Mas a planta tem de passar por mil e um riscos. E nem todas as plantas vão atingir a altura em que podem florescer em mil e uma flores...
São muito poucos os seres humanos que atingem a segunda etapa e muito poucos daqueles que atingem a segunda etapa atingem a terceira, a etapa da flor.
Porque não podem eles atingir a terceira etapa, a da flor?
Devido à ganância, devido à avareza, eles não estão preparados para partilhar... devido a um estado de falta de amor.
É  necessária coragem para se tornar uma planta e é necessário amor para se tornar uma flor.
Uma flor significa que a árvore está a abrir o seu coração, libertando o seu perfume, dando a sua alma, vertendo o seu ser na existência.
Não permaneça como uma semente.
Reúna coragem - coragem para pôr de lado o ego, coragem para pôr de lado a segurança, coragem para pôr de lado o conforto, coragem para ser vulnerável."

Texto da carta nº 49, Amor, do tarot de transformação de OSHO

Comecei por descrever este texto, porque na minha realidade, faz-me imenso sentido.

Este ano é de restruturação. A mudança é inevitável e deve ser encarada como construção de um novo mundo, com uma humanidade mais humanizada.
O Amor é a palavra que impera.

É preciso fazer uma pausa e dispensar tempo para analisar o que em 2010 aconteceu, por tudo o que vivemos, por tudo o que aprendemos e crescemos, por toda a abundância que flui do Universo para nós. Exercitar a gratidão, confiar no poder maravilhoso da criação.

Abundância não é apenas dinheiro, como muitos pensam. Abundância é tudo o que a vida nos oferece. Temos que aprender a saber pedir ao Universo essa maravilhosa energia, porque acredito que temos a capacidade de manifestar tudo o que realmente desejamos.

Tudo está em mutação e depende de nós, a forma como olhamos para o que nos rodeia.

Em tudo o que é noticia, fala-se de crise, na boca de toda a gente está a frase, de que tudo está muito mal. Está tudo errado, porque como atraímos o que emanamos, ao pensar assim, cada vez mais o que nos rodeia é carência.

Temos que acordar, tocar e sentir - ouvir e escutar - olhar e ver, treinar a observação e o silêncio. Atender aos chamados internos da Alma. Ser humildes.
Aceitar o amor, tal como ele é e em consciência saber que não estamos sozinhos. Somos Um com Tudo o que É!
O resultado desta crescente consciência de Unidade, pode ser visto como um aumento da compaixão e da generosidade. Viver o Amor Incondicional que o Mestre Jesus nos veio ensinar, mas que teimamos em não querer aprender.

Urge vivenciar este Amor. A melhor forma de irradiar este Amor é tornar-se Amor.
Amar-se muito. O coração não é uma ideia, nem uma projecção. O coração não é um afecto, nem um sistema filosófico.
O coração é uma vibração que nos permite viver a Alegria do Retorno à Unidade.

Estamos no momento para este encontro com o nosso interior; entrarmos em nós, afim de recorrer à verdade, à luz, à unidade. Vivenciar o Fogo do Amor.

Com Amor, sustento e abraço as minhas experiências com facilidade e alegria.

2 comentários:

António Rosa disse...

Salut! Parabéns para si, pelo Dia do Astrólogo.

Maria Raquel Tavares disse...

Parabéns para o Mestre.
Namasté!