Eu Sou

A minha foto
Telemóveis - 911 977 487 mariaraqueltavares@gmail.com

Gratidão!


Ao olhar para um mapa astral, viajo pelo tempo e pelo espaço - levito.
A interacção com as energia planetárias, que transformam e alquimizam, como que por magia, cada Ser, fascina-me.
Em consciência deixo-me transportar para dentro do mapa, envolta em paz, luz e amor.
Coloco-me em contacto com a essência e brindo a arte de viver, enquanto procuro que o Ser ali presente, à minha frente se abra e tome consciência da beleza que tem em si.
.....

Sabe qual é o seu ascendente?...

Imagine um bébé a nascer...

ao sair do útero materno sente o impacto de um mundo estranho, algo que ele desconhece, mas onde sabe quer tem de viver daquela hora em diante.

Então, para sobreviver, ele procura adaptar-se a este mundo, comportando-se da maneira que imagina ser a melhor para estar bem com os outros.

É por conseguinte a auto-imagem, isto é, a imagem que construimos de nós mesmos, aquela que pensamos ser a que melhor nos convém para enfrentar o mundo.

O Ascendente rege o aspecto pessoal e, em considerável medida a saúde, a mente e a disposição. Os cinco sentidos encontram a sua porta de saída através do Ascendente.
Representa impulso inicial para a vida, o momento do primeiro choro do bebé. Mostra a qualidade do nosso primeiro contacto com o Mundo.
O signo que se encontra no Ascendente (dado pela hora exacta de nascimento), indica a primeira impressão que causamos e a forma como iniciamos as coisas.
Define as características da personalidade, o temperamento e a forma de expressão.

No entanto, a expressão da verdadeira pesonalidade não está no signo Solar ou no Ascendente ou numa casa mais povoada de planetas e sim, na totalidade do mapa. Privilegiar o Ascendente como expressão de totalidade da personalidade é querer um ser adaptado ao mundo, sem que possa expressar nele a sua singularidade.

O Ascendente comporta-se como uma placa de aviso que acena para a meta da vida interior, mostrando a qualidade que deve ser desenvolvida para que a meta seja atinginda num futuro distante.
Ao longo da vida existe em nós a tendência para desenvolver, até mesmo inconscientemente, as qualidades do signo do nosso Ascendente.

O que devemos desenvolver é a nossa verdadeira meta, a tarefa espiritual de cada signo, visando a totalidade. Só conseguiremos isto, quando nos permitirmos crescer, e tivermos um conhecimento mais profundo de nós mesmos.

Evolução

No trabalho da criação, Deus começou por utilizar a vontade, as forças provenientes dos dignos de Fogo, as quais alimentaram o seu desígnio, o seu propósito, isto é forneceram a semente do seu futuro universo.


Utilizou em seguida as forças provenientes dos signos de Água, que puseram à sua disposição essa essência chamada Amor, depois, misturou desígnio e amor e construiu as duas colunas da sua obra. 


Os signos de Ar ofereceram, em seguida, as suas forças, e com elas, Deus criou as Leis que regem o Universo e foi destas leis que nasceram a lógica e a razão, que nos permitem descobrir a Lei e o funcionamento da Máquina Cósmica.


Com os signos de Terra, que fornecem a capacidade de cristalização, de coagulação, para dar uma pele às energias dos outros signos, de modo que eles dispusessem de um corpo material para se manifestarem.


Com estas últimas forças, Deus cobriu a sua obra, vestiu-a, deu-lhe uma aparência.
Assim fez Deus e nós agimos do mesmo modo.


O zodíaco constitui um caminho de formação humana, no qual somos obrigatoriamente de um signo ou de outro.
Nascemos sob um signo e com determinados planetas e determinados aspectos, consoante as necessidades precisas de experiências indispensáveis para o nosso processo evolutivo, enquanto alma.

Tempo de reflexão

O momento é de intenso  trabalho interno, com a influência de Marte, Júpiter e Saturno em movimento retrógrado no Céu.

É uma oportunidade de "arregaçar as mangas", vencer as inquietações e aceitar os desafios, usando estas forças de forma consciente e não deixar a negatividade entrar. 
Esta é a hora para manter pensamentos positivos, atitudes confiantes e emoções saudáveis.
Devemos manter o foco e não nos deixar arrastar por discussões. Ponderar bem as decisões, uma vez que o momento não é propicio para isso, uma vez que a ilusão e consequente desilusão imperam, agora.

Antes de qualquer reacção, respirar é a sugestão que vos deixo aqui.

Analisem onde está Marte em trânsito pelo vosso mapa, e é aí que têm o palco, ou seja o material e a oportunidade para trabalhar.
Por estes dias a frustração não é uma inconveniência no caminho, ela é o caminho para te tornares Amor. 


Parece que tudo está à "flor da pele", e ainda irá ficar mais forte a partir de amanhã (18/04), porque Plutão também se vai juntar à festa da retrogradação.
Pede-nos, colectivamente, que façamos uma revisão. A aprendizagem, transformação, e sacrifício do inferior em nome de uma Vida Interior maior e melhor.
Podemos escolher fazê-lo, ou simplesmente ficar no impasse - frustrados e explosivos.

Meu colega e amigo Uno Michaels escreve assim:  "... isto pode dar origem a terramotos, explosões, guerra, destruição, e condutas suicidas.
Por quê? 
Porque a Humanidade actual tem uma péssima relação com Marte, com a transcendência, com a frustração do próprio desejo, com a admissão do próprio desejo, com a ilusão da separação, com o acolhimento do que é estranho, estrangeiro, com a abertura das próprias fronteiras, com o fim dos privilégios de uns poucos e que nascem do abuso dos muitos, e com a natureza da própria Vida. Por isso é natural que observemos o estertor da natureza inferior do Homem, quando convidados a confrontarmo-nos com ela.
Esta é a altura em que planos precisam ser revistos. Prioridades clarificadas. Batalhas correctas travadas. Sacrifícios feitos. Grandes transformações vividas, e enfrentadas. E, a meio de tudo isso, alguma verdadeira paz, alguma verdadeira coragem, alguma da nossa essencial dignidade reencontradas.
Esta é a altura em que os deuses riem de nossos planos, projectos, ideias e pretensões.
Este é o momento de reconhecer o Plano que nascemos para cumprir, cumprindo-nos, e colaborar com ele: mesmo que seja 'contra' a imediatez ou cegueira egoísta do que 'nós' próprios tínhamos idealizado, projectado, imaginado.
............
Ao fim da meta, e ao longo de todo o processo, o propósito de Tudo: o Amor. Onde há medo, onde há desejo, onde há esforço, onde há controlo, onde há separação, onde há domínio, onde há submissão, onde há cegueira, onde há o reflexo inferior da natureza do Homem: há Amor por fazer.
Há muito Amor por fazer no mundo. E uma nova Identidade por reclamar, descobrir, actualizar, honrar, defender. Uma identidade eterna, e no entanto nova. Uma identidade cósmica."

...


Eu sou mais que um simples conjunto de hábitos ou crenças. Potencializo o amor por mim mesma, sendo leal ao meu Ser mais puro.
Não me prendo a dramas emocionais criados por sentimentos negativos - desapego-me emocionalmente.
Estabilizo-me para conhecer a cura, equilibrar a ilusão e produzir uma visão mais ampla.
Eu Sou Amor e Cura.
Eu Sou a Luz Divina.
Eu Sou o que Eu Sou!

Curador interno

Inspirei-me num artigo da Solange Ventura para escrever este post.


"Basta colocar sua atenção constantemente, diariamente, na região do corpo que apresenta algum problema... Geralmente há ali alguma "energia" condensada, presa, congelada de um determinado sentimento que originou a doença.

Coloque a mão na região afetada e pergunte qual sentimento está provocando a doença... Pergunte ao seu corpo onde ele guarda a energia do medo, da raiva, da frustração, ressentimento... Pergunte ainda de que cor precisa para dissolver o sentimento bloqueado...

Depois pergunte onde guarda o amor, a alegria, a abundância, e tudo mais, e expanda para todas as células do seu corpo....

Lembre-se que tudo é energia, a doença é energia, a saúde é energia, a pobreza é energia, a abundância é energia, a prosperidade é energia! Podemos mudar qualquer coisa alterando a energia!

Qualquer doença é uma energia que não foi liberada, apenas isso... Ressentimentos profundos, mágoas guardadas por muito tempo geram doenças sérias e complicadas, como o câncer!

Quando você abre e dissolve um cenário corporal com o poder da consciência, dando atenção, ele o transforma completamente, e altera o modo como o corpo percebe a realidade...

Quando você iniciar esses fantásticos diálogos com o seu corpo, saberá que ele guarda os segredos da alma! Tudo o que acontece com o seu corpo estabelece um diálogo com a alma, que tudo permite, ama e conhece.

A alma utiliza o corpo como um instrumento de evolução. Cada doença ou acidente envolvendo qualquer parte revela que o corpo precisa voltar para o equilíbrio... O corpo sussurra, depois fala, e por fim grita sua verdade, até que de algum modo começamos a prestar atenção à mensagem.... Daí vem a doença!

A doença não fará mais parte no nosso repertório de crescimento e evolução!

Esse pequeno exercício os ajudarão a entrar em contato com sua alma, seu ser, suas questões, suas aflições, sua verdade!

Você é divino, é perfeito, é tudo de que precisa, mas precisa trabalhar em si mesmo, sem demora, sem desculpas, ou seja, tudo é pra ontem...

O exercício proposto não tem nada a ver com reiki ou com fé.
ELE TEM A VER COM SUA ALMA E SUA VERDADE! O Reiki por exemplo é uma energia que entra pelo seu corpo e se dispersa, ela ajuda na hora, mas depois volta tudo como era antes... Ela não consegue sustentar uma cura real porque a raiz do problema não foi eliminada! Também não depende de fé ou acreditar na cura, pois ao entrar em contato energeticamente com a área afetada consegue fazer a conexão com o sentimento que originou a doença...

Neste exercício especifico você não necessita de nenhum mestre externo, é você consigo mesmo! Você sente a energia ou sentimento que provocou a doença e pede para ser dissolvido enviando a luz que seu próprio corpo solicitou!

Os Amados Mestres sempre irão nos ajudar não tenha dúvida disso! Mas chegamos num momento do nosso Planeta que devemos aprender curar a nós mesmos! Existe uma parte que compete a Hierarquia de Luz, outra compete a nós mesmos! Eles não podem e não vão sair por aí curando todo mundo, porque existe uma lição para aprender aqui... Isso é ser Deus em ação, primeiro começa com você depois nos outros...

Quanto mais desenvolver a capacidade de sentir a energia, mais expandido será... Primeiro você sente a energia, ela está ali, presa, escura, gritando, sofrendo, chorando... Depois você dá atenção a elas... Você não a ignora, muito pelo contrário, dá amor e atenção... Toda doença é isso, falta de amor e atenção... Então você começa a se nutrir, nutrir do que ela precisa (doença)... Vai enviando a cor que ela mesma pediu para ser libertada, para ser amada, para respirar novamente... Vai nutrindo, clareando, curando...

Então você torna-se um curador interno de suas próprias emoções, aflições, dores, sofrimento...

A sua alma não está lhe punindo, está pedindo socorro, está pedindo que dê atenção aquela parte que você rejeitou porque não queria sentir a dor do sofrimento... A sua alma está ajudando você a renascer novamente...
A cura vem da atenção que você dá a si mesmo!"

Felicidade!

"O Amor não é uma relação entre duas pessoas.
O Amor é um estado de espírito dentro de si mesmo."
OSHO



O ser humano é amor quando se silencia. O Amor não é endereçado a alguém em particular, ele é espalhado em todas as direcções.  
Agora que estou apaixonada por mim mesma, é que estou apta a apaixonar-me por alguém.

Retorno Solar.... o meu


Sendo o Sol, a Lua, o Ascendente e o Meio do Céu os mais importantes da revolução solar, eles podem delinear acontecimentos diários à medida que progridem no mapa e entram em contacto com os planetas. A partir do aniversário o ascendente progride no mapa.

Este ano a proposta do Universo para mim, com o sol na Casa 5, a Lua na Casa 2, o Ascendente em Balança e o MC em Caranguejo é muito clara - mudanças marcantes, mas com trabalho para conseguir o que desejo. Bom momento para procurar afirmar-me profissionalmente.

Assim em Março é tempo de cuidar dos próprios interesses, ou seja cuidar mais de mim mesma e da saúde, voltando todas as atenções para o meu Ser. Em Abril, pensar na obtenção de mais ganhos como forma de alcançar estabilidade financeira. Evitar ter ilusões e atitudes impulsivas.
Maio é tempo de aumentar os contactos com as pessoas próximas, aprender, ensinar e participar de cursos. 
Os assuntos ligados à família, reuniões familiares e assuntos familiares tornam-se o foco de atenção, com maior disposição para tornar o ambiente familiar confortável, no mês de Junho. 
Com Julho vêm as férias e a diversão. É tempo de alegria, de brincar e divertir, buscando mais prazer e buscar conquistas. Em Agosto, regressa a prioridade para os trabalhos de limpeza e organização.
Setembro trás entendimento com as pessoas e melhoria dos relacionamentos. Bom para firmar parcerias.
Outubro pede transformação. É preciso fazer uma análise profunda, resgatar e libertar-me de todas as crises. 
Tempo de ampliar conhecimentos e horizontes, viajar, ler e estudar, em Novembro.
Com Dezembro a necessidade aperfeiçoar-me, aplicar os meus talentos e desenvolver as habilidades, para melhorar a área social e profissional. 
Chego ao novo ano com maior disponibilidade para colocar os planos em acção, avaliar e melhorar os relacionamentos.
Embora chamado Inferno Astral, Fevereiro é tempo de me doar. Pode ser uma fase de incertezas e dúvidas, libertar-me de apegos e preparar-me para renascer. 



Natividade...

Adoro o Natal, exatamente por toda a simbologia que tem.
Nesta época festiva, em que celebramos simbolicamente o nascimento de Jesus, acontece também o Solstício de Inverno, altura em que o Sol parece parar e a noite parece durar muito mais tempo.

É altura da Luz voltar a nascer, com mais fulgor, depois de passar pela restrição, pela sombra; é a altura de confrontar o existente, fazer um balanço e aceitar que chegou o momento para acabar com todas as situações do passado. É hora de quebrar as resistências e desmembrar os padrões antigos.

É tempo de nos deitarmos com um sonho, e acordar com um propósito.
É tempo de iniciar dentro - é o nascer da Luz Divina no coração dos homens.
É tempo de celebrar a aceitação de quem somos - Luz e Sombra - como um todo.
É tempo de parar de criar expectativas e assumir a responsabilidade da caminhada individual.

É a ligação à Alma que nos torna verdadeiros, inteiros, curados pelo Amor que entra e nos tornamos parte do Todo.
Natal, é uma época de introspeção, é o virar para dentro, é Ser Amor.

Nesta quadra vivo intensamente a alegria da partilha e sinto-me muito grata por todos os que caminharam comigo neste ano.
Desejo que tenham a humildade para reconhecer as "sombras" e coragem para mudar, reconhecendo a abundância que nos é ofertada diariamente.

No ano que está prestes a acabar, sinto que cresci em consciência, em autenticidade e verdade de quem Sou.

Eu Sou Amor e Liberdade.
Eu celebro a Vida, reconheço a minha capacidade criadora e tenho coragem de assumir a minha Luz e a minha Sombra.
Assumo a minha responsabilidade de escolha.
Sinto-me abençoada em todos os dias da minha existência.
Eu Sou Gratidão!

Boas Festas!





O Solstício de Inverno ocorre por volta do dia 21 de Dezembro. 
Esta é a altura para descansar, registar os feitos e criar planos para a estação de crescimento que se aproxima.
Cuidar do corpo e da mente, são cuidados que devemos ter, agora.
O descontrair através da criatividade calma, ocorre muitas vezes nos meses frios.

Esta é uma época de "balanço" 
Andamos sempre tão atarefados e sem tempo para nada que por vezes ignoramos algumas chamadas de atenção, principalmente de quem mais amamos! 

Viemos a este planeta para ser feliz, portanto nunca se esqueçam de ser felizes.

Boas Festas!

Travessia



Muitas vezes temos que fazer a travessia do deserto para perceber que o Oásis está dentro de nós.

Navego nas águas profundas de Neptuno, descubro tesouros, mas não os tiro do fundo do mar - o lugar deles é lá.

Escuto o vento que corre por toda a parte, parece ter pressa de chegar, nem sei bem onde.

Admiro a Lua, sonho com ela, mas não a trago para terra. Sonho com as estrelas, apenas sonho, mas elas só podem brilhar no céu.

Persigo o sonho de me descobrir a cada dia. Deixo-me levar pela vontade de ser cada dia mais Eu.

Abasteço o meu coração de fé e mergulho de cabeça no meu desejo de evolução e faço tudo para o realizar. Procuro o meu caminho, com esperança que um dia chego lá.

Os dias passam uns a seguir aos outros, o tempo não pára.
As portas abrem-se em momentos incertos, quase sempre para a minha alegria..... e existem os sonhos. Estou sempre abraçada a um... e voo infinitamente grata.


Ensina Alice Bailey
(...) a Alma é quem, em nós, sabe o projecto.
Só ela dimensiona o verdadeiro Eu, que somos.
É a Alma que guarda em nós a essência primeira de Deus.
É ela quem, em nós, preserva a Lei, a fidelidade ao "retorno à Casa do Pai" 



Vida


A vida tem sido generosa comigo, nos milagres e nos desafios, no amor e nos amigos, e ontem foi mais uma prova disso mesmo. Obrigada por estarem comigo, por aprenderem e rirem no compasso do meu coração, e por me ensinarem sempre alguma coisa nova, sobre a vida, e principalmente, sobre mim. 
Não importa quantas vezes vou passar por renascimentos, o que importa é sim continuar a honrar o espírito, em que quase tudo está por escrever e todos os sonhos são possíveis, com engenho e coragem. 

Coisas pequenas

... são coisas pequenas, são tudo o que te quero dar e estas palavras são coisas pequenas que dizem que eu te quero amar.

Amar, amar, amar, só vale a pena se tu quiseres confirmar que um grande amor não é coisa pequena, que nada é maior que amar.

E a hora que te espreita é só tua.
Decerto não será só a que resta a hora que esperei a vida toda é esta.

É esta!!!
E a hora que te espreita é derradeira.
Decerto já bateu à tua porta.

A hora que esperaste a vida inteira, é agora... é agora!!! 

(Madres Deus)

Será que me queres aqui?


"Haja o que houver
Eu estou aqui
Haja o que houver
espero por ti

Volta no vento ô meu amor
Volta depressa por favor
Há quanto tempo, já esqueci
Porque fiquei, longe de ti
Cada momento é pior
Volta no vento por favor...

Eu sei quem és
pra mim
Haja, o que houver
espero por ti...

Há quanto tempo, já esqueci
Porque fiquei, longe de ti
Cada momento é pior
Volta no vento por favor

Eu sei quem és
pra mim
Haja, o que houver
espero por ti..."


Composição: Pedro Ayres Magalhães
Madredeus

Procura

... não me saibas assim tão simples, tão linear de sentimentos óbvios.

Esta quietude que me acompanha é desprovida de legitimidade.

Complexidade doída de importâncias ilusórias e inconstâncias de quereres.

A caricatura de menina dura, em dias rudes, que procura na vida singular, o plural do amor puro.

Voltando a falar dos processos internos, ao longo da nossa vida.
Há alturas em que estes ciclos de vida são sentidos com maior ênfase:

Aos 28 anos com o 1º Retorno de Saturno, altura em que a vida nos coloca a questão: - O que queres para a tua vida?

Depois aos 35 anos com a Quadratura de Plutão, é altura em que se faz o balanço e se reformula a vida.

Quando atingimos os 42 anos com a Oposição de Úrano e a Quadratura de Neptuno, a vida dá-nos a oportunidade de ir às nossas fundações eé a iluminação.

Com o Retorno de Quiron aos 49 anos, a ferida é aberta para ser curada. Só aqui é que temos o real sentido da vida. Nesta fase, e até aos 56 anos, no  2º Retorno de Saturno, é quando devemos ter encontrado o nosso lugar no Mundo. É o saber que "somos" e lançar as sementes para a liberdade do Ser.


...


“Não podes levar uma pessoa mais fundo do que tu mesmo foste. Não podes ver nada mais claramente noutra carta que não possas ver na tua própria mente, ou na tua imaginação. A amplitude da tua experiência, da tua educação e do teu insigth, é o que te vai enriquecer como astróloga, não são mais as técnicas e livros de culinária. Quanto mais profundo te tornares – mais amplo te tornares - melhor astróloga serás”.

In The Magic Thread – Richard Idemon

SENTINDO A PRESENÇA DE DEUS

Certa vez, a um homem foi dito que Deus se lhe revelaria durante a noite. Empolgado com esta incrível perspectiva, ele precipitou-se para casa numa ansiedade total. Pelo caminho, encontrou um rapaz que estava perdido e, apesar de estar com pressa, parou e ajudou o jovem a encontrar um caminho que conhecesse. Uns passos à frente, viu um pedinte faminto. De novo, em vez de passar indiferente, ele parou e deu ao pobre homem algo para comer.
Quando finalmente chegou a casa, o homem sentou-se e esperou pela revelação do Criador, conforme lhe tinha sido prometido.
Uma hora se passou e nada aconteceu. Uma outra hora passou, e depois mais uma, e mais uma. Imediatamente antes de desistir, o homem bradou: "Deus! Que aconteceu à promessa? Onde estás tu?"
A esta demanda o Criador respondeu: "Que queres dizer? Eu estive contigo esta noite. Eu era o rapaz e o pedinte".

O Criador vem até nós várias vezes na forma de alguém a quem podemos ajudar, ou numa situação em que podemos ser úteis. Estes pequenos encontros são oportunidades de construir a nossa Luz, de reforçar o nosso escudo de protecção, de nos dar a força para recordar que somos completamente capazes de nos elevarmos acima das nossas circunstâncias.

Hoje, Eu escolho confiar na minha sabedoria interior para me guiar.


Quando se escolhe viver segundo o coração, quebrando as regras que nos são impostas pela sociedade onde estamos inseridos, nem sempre ou quase nunca somos compreendidos.


É dificil quebrar padrões. Eu escolhi fazê-lo. Estou infinitamente grata ao meu Ser, pela coragem e ao Universo pela força.


 
"Eu Amo o que faço e só faço o que Amo!"

Dr.John Demartini

Autenticidade

A coisa verdadeira não é um caminho. A coisa verdadeira é a autenticidade de quem busca.

Pode percorrer qualquer caminho. Se for sincero e autêntico, alcançará o objectivo.

Todos os caminhos são secundários. O importante é ser autêntico, ser verdadeiro.

"Diz-se de um grande místico, Milarepa:
Quando foi ter com o seu mestre ao Tibete, era tão humilde, tão puro, tão autêntico, que os outros discípulos ficaram com ciúmes dele. Era evidente que seria o seu sucessor. E claro que havia política, por isso tentaram matá-lo.
Um dia disseram-lhe:
- Se realmente acreditas no mestre, consegues saltar da colina?... Se realmente acreditas, se tiveres confiança, então nada de mal te acontecerá.
E Milarepa saltou sem hesitar um único momento.
Eles correram lá para baixo... porque era um vale com mais de 900 metros. Foram à espera de o encontrar com os ossos partidos - mas ele estava sentado na postura de lótus, muito feliz, tremendamente feliz. Abriu os olhos e disse:
- Têm razão, a confiança protege.
Eles pensaram que se tratava de um acaso, por isso, um dia, quando uma casa estava em chamas, disseram-lhe:
- Se amas o teu mestre e confias nele, podes entrar.
Ele apressou-se a entrar para salvar a mulher e a criança que estavam lá dentro. Apressou-se a entrar e o fogo era tão forte que os outros discípulos esperavam que ele morresse - mas, quando regressou com a mulher e a criança, nem sequer estava queimado. E tornou-se cada vez mais radiante, porque a confiança.....

Um dia, iam os outros discípulos para um lado qualquer, tiveram de atravessar um rio e disseram-lhe:
- Não precisas de viajar de barco. Tens uma confiança tão grande que consegues caminhar sobre a água. E ele caminhou.
Essa foi a primeira vez que o mestre o viu. Não tinha conhecimento de que Milarepa fora incitado a saltar para o vale e a entrar na casa em chamas. Mas, daquela vez, estava na margem e viu Milarepa a caminhar sobre a água e disse:
- O que estás a fazer?... É impossível!
E Milarepa disse:
- Não é nada impossível! Faço-o através do vosso poder, senhor.
Nesse momento, o mestre pensou: "Se o meu nome e o meu poder podem fazer isto a este homem ignorante e estúpido.... Nunca tentei."
Então tentou. Afogou-se. Depois disso, nunca mais se ouviu falar dele." - Tarot de Transformação de OSHO

Expressa-te!


É o corpo que sente, sabe e vê...

Dançar não é só mover o corpo, mas sim, sentir e ser impulsionado pelo desejo de transformar sentimentos em movimento!



"O ritmo biológico que ressoa na arquitectura do ADN, também governa o movimento das estrelas; a mesma música governa o ritmo das estações; o pulsar das batidas do coração; a migração dos pássaros; o fluxo e a corrente dos oceanos; os ciclos de crescimento; a evolução e a dissolução.....
às vezes quando danço, sinto a conexão com algo sagrado... nos movimentos o meu espírito eleva-se e torno-me Uno com tudo o que existe."
- Michael Jackson


... e  astrologia ensina-nos isto - os ciclos da VIDA.


"O Verdadeiro Valor do Anel"



Venho até cá, mestre, porque me sinto tão tacanho que não tenho vontade de fazer nada. Dizem-me que não presto, que não faço nada bem, que sou lento e estúpido. Como posso melhorar? 
O que posso fazer para as pessoas me valorizarem mais?

O mestre sem olhar para ele disse:
- Lamento meu rapaz, não posso ajudar-te. Primeiro, tens de me resolver o meu próprio problema. Talvez depois, mais tranquilo, eu te possa ajudar.
- Com todo o prazer mestre – gaguejou o rapaz, ainda mais descrente, pensando – “nem o mestre torna as minhas necessidades prioritárias…”

- Bom, continuou o mestre tirando o anel que trazia no dedo mindinho da mão esquerda. Dando-o a rapaz acrescentou: Pega no cavalo que está lá fora e vai ao mercado. Tenho de vender este anel porque tenho de pagar uma dívida. Tens de o vender pelo maior valor possível e não aceites menos de 1 moeda de ouro.

O jovem pegou no anel e partiu. Logo que chegou ao mercado começou a oferecer o anel aos comerciantes, que o fitavam com interesse, até quando o jovem falava quanto queria por ele. Assim que ele falava na moeda de ouro alguns riam-se, outros viravam-lhe a cara e só um velhinho amável lhe explicou que 1 moeda de ouro era muito valor para trocar por um mero anel. No máximo oferecia-lhe, por bondade, 2 moedas de prata.

Depois de oferecer o anel a todas as pessoas que se cruzavam com ele no mercado o jovem regressou abatido pelo cansaço, montando o seu cavalo, completamente destroçado. Tudo o que ele mais desejava era uma moeda de ouro para que pudesse ajudar o seu mestre e receber finalmente o seu conselho e ajuda.

Entrou no quarto do sábio e disse:
- Mestre, lamento muito. Não é possível fazer o que me pedes. Talvez conseguisse 2 ou 3 moedas de prata, mas não creio que conseguisse enganar as pessoas quanto ao verdadeiro valor do anel.

O que dizes é muito importante jovem amigo – respondeu o mestre sorridente – Primeiro temos de conhecer o verdadeiro valor do anel. Torna a montar o teu cavalo e vai ao ourives. Diz-lhe que pretendes vender a jóia e pergunta-lhe quanto ele está disposto a oferecer. Mas não a vendas. Qualquer que seja o valor que ele ofereça, volta com o meu anel.

O jovem tornou a cavalgar.
O ourives inspeccionou a jóia à lupa, observou, pesou e respondeu ao rapaz:
Diz ao teu mestre, que, se a quiser vender agora mesmo, não posso oferecer mais que 58 moedas de ouro. Talvez se a quiser vender com mais tempo lhe ofereça 70 moedas mas se a venda é urgente…

- 58 MOEDAS DE OURO? – o jovem cavalgou emocionado a alta velocidade para casa do sábio para lhe contar a novidade.

- Senta-te, disse-lhe o sábio depois do ouvir – 
Tu és como esse anel: uma jóia valiosa e única. E como tal só podes ser avaliado por um verdadeiro perito. Porque é que vives à espera que qualquer pessoa descubra o teu verdadeiro valor?

E dito isto voltou a pôr o anel no dedo mindinho da sua mão esquerda.

Encantamento

Cada vez mais, recebo pedidos de ajuda para explicar o que se passa à nossa volta. Há muita revolta e insatisfação, parece que tudo está ao contrário, surgem doenças, perdas sucessivas, situações de  limite e muita "lamúria".
Todos os dias as pessoas se queixam que tudo está mal. Vive-se com muito medo e insatisfação.

A vida é impermanente. Eu consigo encontrar na astrologia respostas.
Quando escolhemos encarnar na Terra, propusemo-nos a experienciar todas as emoções para sentir.
A maioria de nós foge de sentir, ou então só sente a dor e fica a viver lá a vida inteira.




“Assim como é o Macrocosmo, é o Microcosmo.”
Este é o conceito básico da Astrologia, que no fundo visa o auto-conhecimento, a aproximação de cada ser com sua essência, e a harmonização com os ciclos cósmicos.

Eu, vivo com os 5 sentidos apurados, a ver, ouvir, sentir, beber e escrever cada gesto, cada palavra, cada atitude, cada emoção.

É através da astrologia - linguagem divina que interpreta os movimentos celestes -, que tenho aprendido a impermanência da vida.

O efeito, subjectivo da vida, acontece no nosso dia-a-dia. O mais comum é usar-se a astrologia para prever situações, adivinhar o futuro – um oráculo. Procura-se um astrólogo para se saber o que decidir, o que fazer, o que esperar da vida.

Mas a astrologia é muito mais do que isso, é muito mais vasta e perfeita.
Ela  mostra o caminho que devemos seguir para a nossa evolução, enquanto seres.
Tudo nos é fornecido pelo Universo, nós é que não queremos ver, ou fazemos de conta que não vimos – é muito mais fácil – porque assim não nos responsabilizamos.

A astrologia, aponta o caminho, não dita o destino. Navegar nesta vida com a ajuda da astrologia, é bem mais fácil que vaguear perdido sem qualquer orientação.

Todos os elementos, signos, planetas, casas e aspectos, têm uma representação simbólica e uma multiplicidade de significados.


Vivemos como pessoas terrenas e esquecemo-nos que somos muito mais que um corpo - somos luz.

Olho à volta.. sinto que tenho muito para agradecer, para honrar, para abençoar e partilhar.

Começo logo pela manhã ao acordar - BOM DIA VIDA!
Sinto-me feliz e agradeço por cada respiração, por cada batida do meu coração, pelo meu corpo, e particularmente pela visão, audição, olfacto, paladar e tacto, pelas minhas mãos que trabalham e criam, pelas minhas pernas que me sustentam e pés que me levam a passear...
Agradeço por todas as bençãos que me são enviadas, todos os dias, de imensas formas...

Agradeço pelo meus pais que me inspiram nesta vida, pelo meu filho de que tanto me orgulho, pela minha irmã, pela minha restante familia, pelos os meus amigos que estão sempre presentes

A todos sou grata, porque mesmo não concordando com as minhas escolhas, sinto-os presentes

Que feliz me sinto por me ser dada a oportunidade de viver mais um dia, neste maravilhoso planeta. 


Volto a olhar para o céu e lá está todo o firmamento a sorrir para mim - estrelas, planetas, constelações, convidam-me a vivenciar com responsabilidade e consciência, as propostas , os desafios e também as oportunidades, com alegria e muito amor.

É por isto que sou fascinada... encantada pela astrologia.

Aceito!... e vivo plenamente de sorriso nos lábios. 

Amigos



Tenho amigos que não sabem o quanto são meus amigos.
Não percebem o amor que lhes devoto
e a absoluta necessidade que tenho deles.
A amizade é um sentimento mais nobre do que o amor, 
eis que permite que o objeto dela se divida em outros afetos, 
enquanto o amor tem intrínseco o ciúme, que não admite a rivalidade.

E eu poderia suportar, embora não sem dor, 
que tivessem morrido todos os meus amores, 
mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos !

Até mesmo aqueles que não percebem o quanto são meus amigos 
e o quanto minha vida depende de suas existências ... 

A alguns deles não procuro, basta-me saber que eles existem.
Esta mera condição me encoraja a seguir em frente pela vida. 

Mas, porque não os procuro com assiduidade, 
não posso lhes dizer o quanto gosto deles. 
Eles não iriam acreditar. 

Muitos deles estão lendo esta crônica e não sabem
que estão incluídos na sagrada relação de meus amigos. 

Mas é delicioso que eu saiba e sinta que os adoro, 
embora não declare e não os procure. 

E às vezes, quando os procuro, 
noto que eles não tem noção de como me são necessários,
de como são indispensáveis ao meu equilíbrio vital, 
porque eles fazem parte do mundo que eu, 
tremulamente, construí,
e se tornaram alicerces do meu encanto pela vida.

Se um deles morrer, eu ficarei torto para um lado.
Se todos eles morrerem, eu desabo!
Por isso é que, sem que eles saibam, eu rezo pela vida deles.

E me envergonho, porque essa minha prece é, 
em síntese, dirigida ao meu bem estar. 
Ela é, talvez, fruto do meu egoísmo.
Por vezes, mergulho em pensamentos sobre alguns deles.

Quando viajo e fico diante de lugares maravilhosos,
cai-me alguma lágrima por não estarem junto de mim,
compartilhando daquele prazer ...
Se alguma coisa me consome e me envelhece 
é que a roda furiosa da vida 
não me permite ter sempre ao meu lado,
morando comigo, andando comigo, 
falando comigo, vivendo comigo, 
todos os meus amigos, e, principalmente, 
os que só desconfiam 
- ou talvez nunca vão saber -
que são meus amigos!

A gente não faz amigos, reconhece-os.



Vinicius de Moraes